A atuação da Fehosp

Instituído pela Constituição Federal de 1988, o Sistema Único de Saúde (SUS) é um dos maiores e mais complexos sistemas de saúde pública do mundo. Na teoria, garante o acesso integral, universal e gratuito para toda a população do país. Entretanto, na prática, a grande demanda de pacientes faz com que o sistema busque o apoio de outras instituições – como as Santas Casas de Misericórdia e os hospitais filantrópicos sem fins lucrativos que, em muitos

municípios, são os únicos a atenderem pacientes do SUS.

Há, atualmente, 1.824 hospitais filantrópicos espalhados Cenário SUS pelos estados brasileiros, que dispõem de 169 mil leitos hospitalares, 26 mil leitos de UTI e atendem a mais de 50% da média complexidade do SUS e 70% da alta complexidade. As Santas Casas e hospitais filantrópicos são responsáveis por mais de 50% dos atendimentos ambulatoriais e internações hospitalares realizadas no SUS, assim como respondem por 69,35% dos tratamentos de rádio e quimioterapia e por 58,14% dos transplantes realizados no Brasil.

Todo este suporte gera um custo para as instituições, que não têm sido remuneradas em sua integralidade. As dívidas das entidades filantrópicas crescem na mesma proporção dos pacientes. A falta de repasses, aliada à defasagem na Tabela de Procedimentos do SUS, ameaça o atendimento à população. O cenário é desolador, mas as Santas Casas e hospitais filantrópicos seguem lutando para sobreviver, prezando sobretudo pelo bom atendimento a todos os pacientes.

A busca por reconhecimento e a atuação junto a uma variada gama de stakeholders (partes interessadas) é, de longe, a mais rica e imprescindível atuação da Fehosp. A Federação acompanha de perto e se relaciona com os poderes Executivo, Legislativo, Judiciário e todas as esferas de gestão hospitalar, monitorando e expressando os interesses das Santas Casas e hospitais filantrópicos.

Também mantém estreito relacionamento com o Ministério da Saúde e todas as suas áreas de atuação, governo do Estado de São Paulo e Secretaria de Estado da Saúde, Diretorias Regionais de Saúde, Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, Congresso Federal, Agência Reguladora, entidades representantes dos profissionais de saúde, entidades privadas e organizações sociais, empresas, indústrias de saúde, dentre outros atores relacionados à gestão hospitalar privada e no atendimento ao SUS.

Estimulando o relacionamento e o despertar de novas lideranças, a Fehosp conduz suas associadas em parcerias e assegurando os interesses do setor. Dados atualizados do CNES e DATASUS/2021, referentes ao Estado de São Paulo, mostram que existem atualmente 410 instituições filantrópicas de saúde. No ano anterior, foram contabilizadas 9.445.679 consultas, 931.856 cirurgias realizadas, 639.995 tratamentos oncológicos e 3.507 transplantes.

O Comitê de Captação de Recursos da Fehosp tem como objetivo principal identificar ferramentas e orientar os associados da Federação para que tenham maior conhecimento das diversas maneiras existentes e exitosas em captação. Em 2021, o Comitê continuou ativamente com as atividades de maneira virtual, devido ao avanço da pandemia de Covid-19.

Neste ano de 2021, tão atípico ao que costumamos viver em outros anos, no decorrer de nossos dias, o foco maior do setor de captação de recursos foram os projetos de doações de todo tipo de material utilizado por nossos hospitais. O objetivo maior foi na obtenção de EPIs, tão utilizados no dia a dia pelos colaboradores dos hospitais, principalmente os que atuam na linha de frente no atendimento a pacientes.

Tamanho esforço permitiu que todas as instituições associadas a Fehosp, bem como hospitais não associados, recebessem doações de itens como máscaras, aventais, luvas e toucas. Destacam-se entre as doações o Programa do BNDES “Salvando Vidas” e doações voluntárias de empresas, como a do Laboratório NOVARTIS.

Lançado em 2020, o Conexão Fehosp é um projeto de educação continuada virtual, com transmissões ao vivo pelo YouTube e Facebook da Fehosp, com especialistas do setor que abordam temas de interesse para a área filantrópica. Em 2021, foram realizados 24 cursos, que atingiram 4.688 inscritos de diferentes estados.

Além de promover educação jurídico-gerencial e prestar orientação aos associados sobre matérias legais relacionadas ao setor, o Departamento Jurídico da Fehosp tem liderado iniciativas que visam aperfeiçoar políticas públicas de saúde a partir do diagnóstico de causas estruturais dos problemas enfrentados pelos hospitais filantrópicas, tendo o paciente como centro da atenção. A Fehosp entende que o papel moderno dos departamentos jurídicos é agir, não apenas reagir, em prol de um sistema de saúde mais justo.

Por meio de reuniões, e-mails ou circulares, disponíveis no site da Federação, departamento

técnico da Fehosp promove suporte dos sistemas de faturamento hospitalar, acompanhamento e assessoria da legislação e de informações sobre o Sistema Único de Saúde (SUS), além de mediação junto ao Governo Federal e Estadual sobre os projetos de lei relacionados à saúde. No total, as entidades associadas à Fehosp receberam 1.352 circulares, em 2021

O Departamento, criado em 2017, objetiva orientar as entidades beneficentes e filantrópicas associadas, no adequado procedimento para captação de recursos, através de emendas parlamentares junto aos Deputados e Senadores, destinados para custeio ou investimentos. As emendas individuais impositivas, previstas nas respectivas leis orçamentárias (LDO/LOA), são de execução obrigatória e propostas realizadas pelos deputados para financiar políticas públicas. Através delas os parlamentares fortalecem a participação na execução dos recursos públicos, estabelecem prioridades e atendem as demandas das suas bases locais.

A Fehosp entende a importância de estar bem-posicionada em seus canais de comunicação – com foco em toda a comunidade das Santas Casas e hospitais filantrópicos. Com a produção de e-mail marketings, circulares, notas e posts em redes sociais, com conteúdo eficiente e focado na prestação de serviços, a Fehosp cumpre sua missão e fortalece seu contato com o público de interesse. E não apenas uma ferramenta de prestação de conta, a comunicação se faz importante como caminho à imprensa e às autoridades.

JORNAL NOVO RUMOPublicação eletrônica bimestral, que apresenta aos leitores as principais novidades do setor, debates de temas em destaque e que influenciam no dia a dia

do setor de saúde filantrópico.

FEHOSP NEWSDisparadas por e-mail aos associados, as newsletters são produzidas com informações relevantes para as entidades, novidades dos eventos e assuntos de grande destaque do setor filantrópico.

SITE

Principal meio de comunicação da Federação, o website reúne informações técnicas e jurídicas em pareceres e circulares sobre atualizações de normas e sistemas, além de notícias do setor filantrópico e Santas Casas associadas.

www.fehosp.com.br

HOTSITE

Durante os eventos promovidos pela Federação, são criados espaços exclusivos para informações e inscrições dos Congressos. Os hotsites podem ser acessados de forma simples e rápida nos endereços: www.eventosfehosp.com.br e www.audhosp.com.br

REDES SOCIAIS

Canal direto de comunicação com o associado, a Fehosp está presente nas principais redes sociais da atualidade – Facebook, Twitter, Instagram e LinkedIn. O objetivo é ampliar seu espaço de divulgação, promover campanhas das instituições associadas e publicar notícias em tempo real.

IMPRENSA – RELEASES E ARTIGOS

Pesquisas, novidades institucionais e pleitos são abordados em releases e artigos com foco na imprensa. A partir destes materiais, a Federação consegue destaque de temas importantes para o setor filantrópico de saúde.

Este site usa cookies e solicita seus dados pessoais para aprimorar sua experiência de navegação.